tl_1

by

Falácia da generalização precipitada

Francisco Louçã afirma que José Sócrates mente (“não mantém a palavra”) porque “há três anos” prometeu algo que não cumpriu (0’45 – 1’00).

Pelo facto de um sujeito mentir em determinada situação não se pode deduzir que seja mentiroso,isto é, que mente em todas as situações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: